domingo, 7 de novembro de 2010

HIDRATE-SE



Para manter o seu corpo saudável e com um bom funcionamento, é preciso beber muitos líquidos para manter o seu organismo hidratado. Mas você sabe como se hidratar?

Muita gente só lembra de beber água quando está morrendo de sede.


Isto é certo? Não, claro que não. Deve-se beber água o dia todo, de 2 a 3 litros por dia. Para quem não possui esse hábito, é bom começar bebendo até oito copos de água por dia, que correspondem a dois litros de água.

Quando o gasto do organismo é maior devido à prática de atividade físivca, por exemplo, é fundamental estar atento à questão da hidratação.

Com a perda maior de líquidos, o organismo passa a não desenvolver bem suas funções e pode ocorrer a desidratação, estado de perda excessiva de água pelo organismo, acompanhada da perda de sais minerais e orgânicos.

A desidratação ocorre principalmente quando além da perda de líquidos pela transpiração, ocorre a perda de líquidos através de diarréia e vômitos. Mais um motivo para você evitar aqueles alimentos mais gordurosos ou expostos por muito tempo num determinado local. Verifique também a data de validade dos alimentos e opte sempre por alimentos frescos e feitos na hora.

Voltando à hidratação, a água é a melhor bebida, sem comentários. Além dela, pode-se ingerir outros líquidos que também favorecem a hidratação, como sucos de frutas, água de coco e outros isotônicos industrializados, que repõem líquidos e eletrólitos perdidos durante a transpiração.

É importante ter cuidado ao tomar isotônicos, lembrando que não é qualquer pessoa que pode tomá-los. Devem evitar essa bebida: gestantes e lactantes justamente pela presença de eletrólitos, hipertensos devido à presença de sódio, diabéticos por causa da presença de sacarose, celíacos pela possibilidade de possuir glúten ou pessoas com doenças renais, pois do mesmo modo que é complicado manter a estabilidade desses nutrientes no organismo, sua eliminação também é muito difícil.

E quem pensa que vai estar bem hidratado com aquela cervejinha ou caipirinha, cuidado! Se você não sabe, as bebidas alcoólicas não possuem o poder de hidratar, já que possuem álcool. Além disso, são diuréticas, aumentam a excreção de urina, prejudicando ainda mais a hidratação do organismo.

Por isso, não se engane. Você pode beber a sua cervejinha, mas com moderação e não se esqueça da água para complementar.

Roberta Silva
Nutricionista - CRN-3 14. 113

EXERCÍCIOS QUE SÃO A CARA DO VERÃO


Você já reparou que alguns exercícios automaticamente nos remetem ao verão? São aqueles praticados ao ar livre que nos dão a sensação de liberdade...
Vamos ver quais são e saber um pouco mais sobre eles:
FRESCOBOL: também conhecido como tênis de praia. Seu nome é originário do lugar onde se joga, ou seja, no lugar mais fresco da praia: na beira da água. Tem por característica ser um jogo que não existe adversidade e sim diversão e prazer, portanto não existem vencidos nem vencedores. Uma mulher de 60 kg jogando uma hora gasta em torno de 380 calorias.
VÔLEI DE PRAIA: acredita-se que esse esporte tenha começado oficialmente no Havaí em 1920. No Brasil chegou por volta de 1930, sendo o Rio de Janeiro a cidade onde o esporte, durante um bom tempo se tornou mais popular. Pode ser praticado em grupo ou duplas. Uma mulher de 60 kg jogando uma hora gasta em torno de 500 calorias.
CAMINHAR NA BEIRA DO MAR: além de gastar calorias, fazer caminhadas na beira do mar melhora o sistema cardio respiratório (coração e pulmões), enrijece as pernas, abdome e bumbum. Possui uma grande vantagem ainda que é a prevenção de varizes, pois a pressão da água associada ao exercício facilita o retorno sanguíneo, impedindo a dilatação das veias. Uma mulher de 60 kg jogando uma hora gasta em torno de 400 calorias.
Mas não esqueça, independente de qual atividade física escolher passe protetor solar e tome muita água para manter-se hidratado.

Fonte:http://www.linhabioslim.com.br

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

TAE BOXE


Sempre gostei de artes marciais. Já fiz Karatê, Boxe, Taekwondo, Jiu, mas o excesso de trabalho ou a falta de tempo, me fez abrir mão dessas artes. Semana passada convidei uma amiga e aluna para fazer uma aula experimental de Tae Boxe, as sextas-feiras, academia perto de casa. Alongamos,aquecemos, socamos, chutamos....relembrei o prazer e a sensação de leveza após descarregar a semana toda naquelas raquetes!!!! Agora estou esperando a chegada das minhas próprias luvas para próxima sexta-feira!!!!!Agora ninguem mais me segura!!!!!!!

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

A IMPORÂNCIA DO CAFÉ DA MANHÃ


A alimentação adequada é resultado do que é ingerido durante todo o dia. Assim, a soma dos alimentos que compõem as refeições irá fornecer - ou não - nutrientes na quantidade recomendada para que o organismo funcione adequadamente.

Os alimentos devem ser distribuídos em, pelo menos, cinco refeições por dia para que possa haver variedade alimentar e, com isso, maior quantidade de nutrientes, além de evitar a concentração de substâncias em poucas refeições o que prejudicaria a absorção das mesmas.

Entre essas refeições que compõem a alimentação, qual é o papel e importância do café da manhã?

Entre a última refeição do dia e a primeira (desjejum), há um longo período de jejum. Isso significa que o organismo, depois de esgotada a principal fonte de energia, a glicose, passa a utilizar o glicogênio estocado, principalmente, no fígado. Durante o sono, o organismo continua trabalhando, em um ritmo menor, mas ele mantém as funções básicas como respirar, o funcionamento cardíaco, circulação, entre outros. Todas essas funções precisam de energia para serem realizadas.

Pela manhã, ao acordar, é necessário fornecer energia para que sejam realizadas as tarefas do dia. Isso significa, que o café da manhã fornecerá, entre outros nutrientes, carboidratos para que possam ser realizados os trabalhos do dia a dia, influindo no rendimento diário.

Para quem deseja emagrecer, é bom ficar atento! Realizar o café da manhã está associado à diminuição da fome nas refeições seguintes o que reduz o risco de comer excessivamente no meio do dia. Além disso, pessoas que costumam fazer o desjejum logo que acordam têm mais chances de manter ou controlar o peso.

Os carboidratos não são os únicos nutrientes fornecidos, principalmente, pelos alimentos que compõem o café da manhã. Veja na tabela abaixo mais motivos para torná-lo uma das principais, senão a principal, refeições do dia.

Café da manhã a principal refeição do dia


A combinação desses alimentos fornecem uma refeição importante para iniciar o dia. Não se deve pular nenhuma refeição, principalmente o café da manhã que deve ser feito logo após acordar.

FONTE:Roberta dos Santos Silva é nutricionista do site Cyber Diet e especialista em Atendimento Nutricional.

ATIVIDADE FÍSICA NA TERCEIRA IDADE


Conquiste qualidade de vida e saúde praticando exercícios físicos adequados e com orientação adequada!
Praticar exercícios físicos é importante em qualquer fase da vida, mas se torna ainda mais indispensável após os 60 anos. Neste período, quando aumenta a incidência de doenças cardiovasculares, a atividade física age também como um efeito protetor, especialmente os exercícios aeróbicos (como andar de bicicleta, caminhar, nadar, dançar e correr).

O hábito de praticar exercícios físicos regularmente auxilia no controle da pressão arterial e do diabetes, diminuindo os riscos de diversos distúrbios.

Quanto antes se inicia a prática de exercícios melhor, mas nada impede que os sedentários comecem a se mexer só ao entrarem na sexta década de suas vidas. Afinal, fica valendo a velha máxima do antes tarde do que nunca!

No entanto, o geriatra André Jaime alerta que os exercícios só se tornam eficazes se forem praticados durante, no mínimo, 150 minutos por semana - tempo que pode ser dividido em três sessões semanais de 50 minutos.

O ideal é que nos outros dias da semana sejam praticados exercícios de musculação, que ajudam a melhorar as massas óssea e muscular, diminuindo a incidência de osteoporose (responsável por muitas quedas e fraturas) e garantindo mais força e agilidade.

Especialistas são indispensáveis

Antes de iniciar sua série de exercícios é necessário consultar um médico cardiologista ou geriatra, mesmo que sua intenção seja apenas fazer caminhadas. "O médico solicitará exames laboratoriais e ergométricos que mostrarão se o paciente está apto para praticar atividades físicas e esportes. Eles são importantes porque algumas destas doenças são silenciosas e só são diagnosticadas através de exames", diz o especialista.

É fundamental também procurar uma academia que tenha profissionais especializados em terceira idade. "O médico indica os melhores tipos de exercício para cada paciente, mas é fundamental que o profissional que o acompanhará seja capacitado", afirma Jaime.

Os benefícios da prática de exercícios físicos são inúmeros. Estudos comprovam que os não-sedentários vivem com maior qualidade de vida, além de se tornarem mais independentes para se movimentar ou realizar as tarefas simples do dia-a-dia.

Para completar, além dos benefícios físicos, pesquisas comprovam que a atividade física em grupos na terceira idade contribui para a sociabilização, diminuindo os sintomas de depressão e aumentando os níveis de satisfação e felicidade. Entre nessa!

*André Jaime, geriatra e gerontólogo, presidente do Departamento de Clínica Médica da Associação Paulista de Medicina, pós-graduado em Geriatria pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo/Escola Paulista de Medicina) e membro da diretoria da Sociedade Brasileira de Clínica Médica Regional São Paulo.

FONTE: Nestlé

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

SARADA PARA O VERÃO


Faltam quase três meses para a chegada do verão e das festas de fim de ano. Está mais do que na hora de você começar a pensar no biquíni ou uma roupa mais curta, certo?

Acima de tudo, o importante é se sentir bem e com saúde - isso deve estar em primeiro lugar.

Entretanto, há sempre algo que incomoda no nosso corpo. A barriguinha saliente é a campeã de reclamações em homens e mulheres. Dificilmente você vai encontrar alguém que esteja satisfeito, que não queira eliminar medidas, gordurinhas.

Muitos estão na luta há anos para conquistar uma barriga sarada e, com muito sacrifício, conseguem diminuir medidas localizadas nessa região. Já outros tem a sorte de conseguir bons resultados quando elimina apenas alguns quilinhos. A diferença está no metabolismo de cada um. Organismo e genética também influeciam. Portanto, você deve respeitar o seu corpo como ele é.

Apesar disso, há como deixar a sua barriga com uma melhor aparência. Basta fazer a sua parte, isso por meio de uma boa alimentação e com a prática frequente de exercícios. Se você estiver com o peso acima do adequado, também é necessário emagrecer.

Veja algumas dicas que vão te ajudar a se sentir bem melhor com sua barriga.

O que aumenta a barriga?

- Consumir em excesso alimentos que causam flatulência (gases), como: refrigerantes, feijões, frituras, enlatados, carne vermelha, frios e embutidos.
- Não mastigar corretamente. Mastigar bem também evita o acúmulo de gases.
- Alimentos que retém líquidos, ricos em sódio, alimentos industrializados de forma geral, embutidos, sal de cozinha em excesso, evite.

E quais alimentos ajudam a ter uma barriga retinha?

- Fibras e líquidos: Beba bastante água, líquidos como chás, suco de frutas naturais, água de coco, etc. Consuma diariamente alimentos ricos em fibras: verduras, legumes, frutas, alimentos integrais, aveia, farelo de trigo, semente de linhaça e outros. Isso vai favorecer um bom trabalho intestinal.
- Alimentos considerados diuréticos: chás, suco de limão, melancia, morango, abóbora, agrião, escarola, folhas de beterraba, pepino.

Além dessas dicas, o que realmente vai te ajudar a ter um excelente resultado são os exercícios específicos, localizados, orientados por um educador físico. Comece já a se cuidar e você terá bons resultados até o verão.

Fonte:Roberta Silva - Vila Equilíbrio

KRANKCYCLING


Nessa onda de exercícios e preocupação com a saúde, surge no mercado mais um método que pode beneficiar ainda mais o organismo. O nome dele? KrankCycling.

Criado pelo inventor do spinning (aulas de ginástica em bicicletas ergométricas) Johnny G, o KrankCycle é um equipamento de ciclismo inovador, responsável por exercitar os membros superiores do corpo.

A grande sacada do aparelho é exatamente concentrar os exercícios nos membros superiores do corpo, construindo, desse modo, um melhor condicionamento cardiovascular. "Além disso, ele contribui para o desenvolvimento e ativação dos músculos estabilizadores do "core" (região do cinturão que envolve o abdômen e a lombar) e representa uma oportunidade única de "Cross-Training" para atletas que tem como modalidade principal a utilização dos membros inferiores e manutenção de peso", explica Ricardo Faiock, gerente de marketing da Johnson Health Tech Brazil - empresa responsável por trazer o KrankCycle ao Brasil.

A ideia do equipamento é facilitar os exercícios, tornando os ambientes de fitness acessíveis a todos. Segundo Ricardo o equipamento foi criado com o intuito de estimular aqueles usuários que antes enfrentavam dificuldades para se exercitar.

Mas para quem acha que ele veio para acabar com todos os outros métodos, está enganado. "O Kranking veio complementar modalidades de exercício já existentes", garante Ricardo. "Além disso, o equipamento oferece possibilidades totalmente novas de aulas em grupo, seja em conjunto com bicicletas indoor ou individualmente", completa.

Para se ter uma ideia da facilidade do KrankCycle, um treinamento com apenas 20 minutos utilizando o método e mais algumas pedaladas da bicicleta indoor já mostra resultados benéficos ao usuário. "Essa fusão de treinamento é a maneira mais completa de conseguir bom condicionamento físico, perder peso e manter-se saudável", argumenta Ricardo.

O KrankCycle é ótimo para atletas com lesões, mulheres grávidas e pessoas idosas. Além disso, Ricardo afirma que o aparelho ajuda obesos a se exercitarem, tirando a pressão das pernas e permitindo, assim, que o usuário alcance um maior rendimento com os exercícios, em se tratando de perda de peso, por exemplo.

Uma novidade para os cadeirantes é que o KrankCycle possui um assento removível, permitindo que a cadeira de rodas seja utilizada em seu lugar e dando chance aos deficientes físicos de também praticar exercícios que só ajudarão com relação à saúde e ao bem estar, além de desenvolver uma maior resistência.

Como o KrankCycle é super recente, infelizmente ainda não existem academias que disponibilizem o programa no Brasil, mas Ricardo garante: "Já estamos trabalhando na implantação e licenciamento de academias e professores. Em breve, as aulas estarão disponíveis em diferentes localidades". Então o jeito é torcer para que as academias recebam logo o equipamento para a gente experimentar.

FONTE: VILA EQUILÍBRIO

PILATES COM BOLA


A aula de Pilates com Bola controla picos de ansiedade e depressão ocasionados pelo estresse do dia a dia. Mais do que um exercício físico, é um exercício mental, que tem como objetivo trabalhar a mente associada ao corpo.

Os benefícios do Pilates, associados aos exercícios com a bola, tornam a aula ainda mais divertida e os resultados são rápidos e aparentes, pois, tonifica e define músculos, melhora a flexibilidade e harmoniza as formas do corpo.

No Pilates com a bola, trabalha-se com as camadas mais profundas da musculatura de maneira muito eficaz. A bola permite que a coluna e os glúteos fiquem apoiados, sem interferir na execução ideal dos exercícios, pois é muito comum que os músculos mais fortes "roubem" o direcionamento da força.

Os exercícios são apresentados de forma bem simples, evitando as séries com infinitas repetições. Esse é o aspecto singular do Pilates: as repetições maçantes não existem. Os movimentos são contínuos (em camadas) e o grau de dificuldade é gradativo. Todos esses exercícios requerem muita precisão e concentração. Por isso, exercitam a capacidade de concentração e relaxamento.

A união dos exercícios do Pilates com a bola faz com que essa aula possa ser praticada por pessoas de diferentes níveis de condicionamento, que se recuperam de lesões ou estão em plena forma. Traz benefícios posturais, uma notável melhora no equilíbrio e coordenação, além da satisfação e diversão proporcionadas pela prática.

Fonte: VILA EQUILÍBRIO

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

AR SECO


O ar seco pode prejudicar o clima e afetando a nossa saúde o jeito é se precaver e ter atitude mudança no comportamento.

O clima seco além de incomodar, pode ajudar a causar: a Renite, a Asma e Bronquite, Infarto e Acidentes Vasculares Cerebrais ou AVC. Os infartos e derrames, conforme a Sociedade Brasileira de Cardiologia aumentam mais, por influência da baixa umidade, o sangue fica mais denso e podendo obstruir as veias e artérias. . Isso é causada pela baixa umidade relativa do ar, que o mínimo é 60%, conforme a OMS, no entanto, nos dias muito secos podem a chegar a 25%.

No entanto, medidas simples poderão ajudar e muito os sintomas incômodos deste processo:
- A ingestão de muita água ou suco natural com água ou água de coco;
- Manter a higienização do seu ambiente, eliminando a poeira para evitar problemas alérgicos;
- Consumir alimentos frescos e feitos na hora. Troque os alimentos fritos pelos assados. Quando consumir sorvete prefira os picolés de frutas ao invés de massa, sobre os queijos amarelos é melhor troca-los por queijos brancos;

- Quando for descansar, durma em ambiente umidificado com: aparelhos umidificadores, toalhas molhas, bacias com água;
- Para os olhos e vias aéreas não irritar use soro fisiológico para os olhos e narinas;
- Para a nossa pele, já que um órgão que fica exposto, evitar banhos longos e muito quentes que poderão ressecá-la. – Use e abuse de hidratantes para todo o corpo.

FONTE: http://www.strobous.com/ar-seco-no-inverno-prejudica-a-saude-proteja-se.html

domingo, 8 de agosto de 2010

A IMPORTÂNCIA DO ALONGAMENTO


Feitos bem no início do treino, ao esticar a musculatura, os alongamentos a deixam aquecida para o exercício. Mas é preciso fazer uma segunda série desses movimentos no final de tudo e dessa muita gente acha que pode escapar, o que é lamentável. Os alongamentos finais é que não deixam os músculos ficarem encurtados, prejudicando a flexibilidade do corpo. Além disso, ao alongar-se antes de seguir para o vestiário você elimina o ácido láctico, o que evita dores musculares.

Tanto uma vida sedentária, como a prática de atividade física regular intensa, em maior ou menor grau, promovem o encurtamento das fibras musculares, com diminuição da flexibilidade. O exemplo mais completo de inatividade gerando perda de flexibilidade muscular é a imobilização de um membro após uma fratura. Por um tempo, ao retirar o gesso, por um período de tempo, ocorre a perda quase completa dos movimentos daquele membro. Quanto à atividade física, esportes de longa duração como corrida, ciclismo, natação, entre outros, fortalecem os músculos, mas diminuem a sua flexibilidade. Nos dois casos, a conseqüência direta desse encurtamento de fibras é a maior propensão para o desenvolvimento de problemas osteomusculares. Provavelmente, a queixa mais freqüente encontrada tanto nos sedentários, como nos atletas, é a perda da flexibilidade provocando dores lombares, por encurtamento da musculatura das costas e posterior das coxas, associado à uma musculatura abdominal fraca. Com a prática regular de alongamentos os músculos passam a suportar melhor as tensões diárias e dos esportes, prevenindo o desenvolvimento de lesões musculares.

Efeitos do alongamento:

- Redução de tensões musculares;
- Relaxamento;
- Benefícios para a coordenação, pois os movimentos se tornam mais soltos e fáceis;
- Aumento do arco de maleabilidade;
- Prevenção de lesões;
- Facilita atividades de desgaste, como por exemplo corrida, tênis, natação, ciclismo etc;
- Desenvolve a consciência corporal, à medida que a pessoa focaliza a parte do corpo que esta sendo alongada;
- Ativa a circulação;
- Ajuda no aquecimento, à medida que eleva a temperatura do corpo;
- Ajuda a liberar os movimentos bloqueados por tensões emocionais.

Os alongamentos podem ser realizados toda vez que você sentir vontade. No trabalho, no carro, assistindo TV. Podemos e devemos nos alongar de manhã, antes de começar o dia, no final do dia para aliviar as tensões acumuladas, depois de ficar sentado ou em pé muito tempo e principalmente antes e depois de atividades físicas.

Todas as pessoas podem aprender a fazer alongamentos independentes da idade e do condicionamento físico. É gostoso fazer alongamentos quando se procede de forma correta, respeitando a sua estrutura muscular, sua flexibilidade e seus limites pessoais.

A regularidade e o relaxamento são os fatores mais importantes para o alongamento, que deve ser feito lentamente e sem tensionamento. Nada de balanceios, pois estes enrijecem o músculo que você esta tentando alongar. Assuma uma posição confortável e sustente-a, relaxando o músculo. Permaneça nesta posição de 10 a 30 segundos. Não segure a respiração, mantenha-se respirando de forma lenta e controlada.


FONTE:http://www.alongamentos.com/importancia-do-alongamento.htm

segunda-feira, 12 de julho de 2010

POR QUE PEDALAR?


Muitas pessoas estão perdendo o hábito de pedalar, e estão trocando suas bicicletas por motos ou carros, mas o que quase ninguém sabe é que pedalar pode trazer vários benefícios a nossa saúde. Segunda a OMS quem usa a bicicleta no seu dia a dia melhora a sua qualidade de vida, combate o sedentarismo e diminui a poluição emitida pelos carros. Em alguns países europeus, cerca de 30% do deslocamento urbano é feito de bicicleta. No Brasil, é totalmente o contrário, pois o que falta é estímulo para as pessoas saírem pedalando. Segundo a Associação Brasileira de Fabricantes de Motocicletas, existem mais bicicletas no país do que carros. Ai cabe aos governos municipais, implantarem ciclovias nas cidades, para que este estímulo seja elevado.

Mas antes de se aventurar no mundo das duas rodas é preciso checar alguns itens de essenciais para sua segurança. O primeiro deles é o percurso escolhido. É preciso ver bem em qual avenida ou rua vai pedalar. Fazer a escolha de acordo com alguns critérios básicos de cuidado, como o fluxo de veículos e movimentação de pedestres. Prefira sempre os locais de menos movimento. Se possível ande sempre na ciclovia. Se não houver, e se não houver, a escolha pode ser um parque que é mais tranquilo. Além de uma bicicleta em boas condições, com freios, pneus e correia em dia, você deve se precaver com um capacete, espelho retrovisor, sinalizadores atrás dos pedais e lanternas traseiras no caso de pedalar à noite.

Os benefícios de pedalar são vários, por exemplo, quarenta minutos de passeio de bicicleta queima cerca de 300 calorias, dois meses de exercícios aumenta cerca de 25% a força das pernas, trabalha os músculos do abdômen e dos membros inferiores, em especial quadríceps, glúteos, panturrilha e a parte inferior das costas. Fortalece o pulmão e coração, pois seus batimentos aceleram e faz com que seu organismo trabalhe mais, sem prejudica-lo e contribui para regularizar os níveis de pressão arterial, colesterol e triglicérides.


Fonte:guia gratis brasil

domingo, 11 de julho de 2010

JULHO


TEMPO DE FÉRIAS

Metade do ano já se passou......hora de relaxar e repensar tudo que já viveu e seus novos objetivos para o segundo semestre. Descanse, se organize, inspire-se!!!!!!

DICAS PARA UMA CAMINHADA DE SUCESSO


1 - Nada de fazer jejum para reduzir as medidas a jato. Isso só prejudica o rendimento do exercício e dificulta a queima de gordura pelo organismo.

2 - O treino vai parecer menos puxado se, de 15 a 30 minutos antes de começar a malhar, você comer uma fonte de carboidrato. Pode ser uma banana, três damascos, uma barra de cereais ou duas torradas integrais light.

3- Alimente-se até uma hora depois da caminhada para recuperar a energia gasta e se preparar para o próximo treino, principalmente se for no dia seguinte. A melhor pedida são pratos que combinam carboidratos e proteína.

FECHE O CERCO


Mais um alerta para ficar esperta com os alimentos gordos. Uma pesquisa da universidade do texas, nos Estados Unidos, mostra que o ácido palmítico, encontrado em produtos ricos em gordura saturadas, como biscoito recheado e batata frita, modifica o metabolismo e faz o ponteiro da balança disparar. Esse ácido deixa os tecidos resistentes à insulina. Isso desequilíbra as taxas de açucar no sangue e você acumula gordura com mais facilidade.


Fonte: www.boaforma.com.br

VELOZES E ORIENTADAS


As mulheres estão correndo há menos tempo do que os homens, mas são quase tão resistentes quanto eles e mais cuidadosas. Segundo uma pesquisa com 7731 pessoas, 48% das corredoras iniciaram a prática há menos de dois anos, índice que cai pra 30% entre os homens.

Fonte: www.womenshealthy.com.br

quinta-feira, 8 de julho de 2010

AULAS DE TÊNIS







NAS FÉRIAS ESCOLARES, APROVEITE PARA SEU FILHO SE DIVERTIR E APRENDER!!!!!AULAS LÚDICAS E EM GRUPO!!!!

Aulas com equipamento adequado para crianças a partir de 3 anos. Em quadras poliesportivas ou de tênis.

domingo, 30 de maio de 2010

POLÉN APÍCOLA


Pólen combate o envelhecimento e ajuda a recuperar energias

O alimento das abelhas tem proteínas e vitaminas que aumentam a nossa energia. É o chamado pólen apícola.

MÔNICA TEIXEIRA Taubaté, SP


Edésio Santos é professor de educação física. Ele corre o tempo todo e, nas horas de folga, pratica exercício. De onde vem tanta energia? “Há 15 anos, eu acordo de manhã e a primeira coisa que eu faço é comer o meu pólen”, revela.Ainda em jejum, Edésio come uma colher de pólen puro, um poderoso suplemento alimentar. “Antes de tomar o pólen, parecia que as coisas eram mais pesadas. Eu até desempenhava bem os meus papeis, só que fazia como se fosse um fardo. Hoje, eu faço muito mais coisas do que eu fazia e as coisas são mais leves”, afirma o professor.

Mas que alimento é esse? É comida de abelha e se chama pólen apícola. “O pólen é a principal fonte protéica da abelha. O néctar é a fonte de carboidratos, o pólen é a fonte de proteínas, minerais e lipídeos. Sem ele, o enxame não se desenvolve. Em poucos dias, três, quatro dias, ele pode definhar e morrer”, explica Lídia Barreto, do Centro de Estudos Apícolas da UNITAU.

Depois de pousar de flor em flor e retirar o pólen, as abelhas voltam para a colmeia carregadas. Cada bolota, como dizem os especialistas, ou bolinha amarela presa à pata é o mais puro pólen.

A cada voo que uma abelha faz, ela volta à colmeia com duas bolotas de pólen. E elas são incansáveis, chegam a fazer 80 voos por dia. Quer dizer que cada abelha produz 160 bolotas de pólen.

Para coletar o pólen, os apicultores usam uma espécie de tela na entrada da colmeia. Os furos são tão estreitos que, para passar, as abelhas são obrigadas a derrubar os grãozinhos do lado de fora.

Mas nem todo pólen é coletado. Como a tela também tem furos maiores, dois terços da comida extraída das flores vão para dentro da colméia e se transformam no pão das abelhas. O pólen é mais uma evidência de que o que é bom para as abelhas, é excelente para a gente também.

“O pólen no nosso meio é conhecido como bifinho verde. E ele tem uma composição físico-química básica de proteínas similar a um bife, em torno de 20%. Ele tem lipídeos. Esse lipídeo é um lipídeo muito bom com propriedades antioxidantes. É uma gordura, mas uma gordura boa”, destaca Lídia Barreto, coordenadora do Centro de Estudos Apícolas da UNITAU.

E ele desperta cada vez mais a curiosidade dos pesquisadores. Em um laboratório da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo, as pesquisas com pólen mostraram que ele pode ajudar a combater as doenças do envelhecimento.

“Comprovamos, na verdade, que ele tem as três vitaminas antioxidantes, beta caroteno como a pró-vitamina A, a vitamina C e a vitamina E, que são as três antioxidantes”, afirma a farmacêutica bioquímica Lígia Muradian, da USP.

O pólen também é rico em vitaminas do complexo B, que ajudam, por exemplo, no funcionamento do sistema nervoso central, na prevenção e tratamento de cataratas. O grãozinho surpreende.

“Para se ter ideia, as quantidades que foram encontradas de vitamina B1 podem ser associadas às quantidades que se encontra dessa vitamina nas carnes de porco, por exemplo. As quantidades de vitamina B2 que nós encontramos eram superiores às quantidades que se encontra no leite”, explica a química Vanilda Soares de Arruda.

“Acredito que ele deve ser encarado como alimento, um alimento que tem efeito preventivo contra algumas doenças”, ressalta a nutricionista Ilana Pereira de Melo.

A repórter Mônica Teixeira experimenta o pólen na cozinha do laboratório da USP e aprova. “Tem um gosto como se eu tivesse comendo um cereal matinal. É bem crocante. Não parece com mel, mas dá para comer puro sem o menor problema”, comenta.

A recomendação é ingerir 5 gramas por dia, o equivalente a uma colher de sopa, mas ele não precisa ser puro. O pólen está sendo testado como ingrediente na culinária. E já existem maneiras bem mais saborosas de garantir a dose diária desse alimento.

Na Universidade de Taubaté, a cozinha é um laboratório, onde o sabor do pólen é posto à prova: no molho da salada, na salada de fruta, no patê, bolos, biscoitos de pólen e até trufas e bombons.

FON TE: GLOBO REPÓRTER

www.ferradela.blogspot.com

MULHERES X GORDURA CORPORAL



Mensagem especial para as mulheres

As mulheres possuem mais gordura corporal que os homens

Por natureza, o corpo feminino foi concebido para sua própria proteção, e proteção de um eventual bebê. Como resultado, as mulheres possuem uma quantidade maior de enzimas que armazenam gordura, e menor quantidade das enzimas que as queimam. Soma-se a isto o fato de o estrogênio feminino ativar e multiplicar as enzimas de armazenamento de gordura.

Não é recomendável perseguir um nível extremamente reduzido de gordura corporal

As mulheres atletas envolvidas com práticas esportivas de alto rendimento, que buscam o baixo peso corporal e porcentagens de gordura extremamente baixas, experimentam uma redução hormonal que causa a interrupção do ciclo menstrual. O mesmo pode ocorrer quando uma mulher se torna anoréxica, e seu corpo atinge o nível da subnutrição. Tais condições, quando instaladas por longo período de tempo, podem levar a outros riscos de saúde, como a perda de massa óssea.

Alterações nos níveis de hidratação

As mulheres experimentam mais alterações nos níveis de hidratação do que os homens, em função do ciclo menstrual. Isto pode alterar a medição da taxa de gordura, especialmente quando utilizado o método BIA. A retenção de líquidos, comum neste período, também poderá influenciar as medições diárias de peso. Sendo este uma das variáveis utilizadas no cálculo da gordura corporal, esta poderá sofrer alterações, até mesmo para cima.

As usuárias freqüentes dos produtos que empregam a tecnologia BIA devem estar especialmente atentas aos ciclos mensais naturais de seus próprios corpos. Visando estabelecer uma base referencial de gordura corporal, muitas mulheres registram suas medições diariamente durante um mês. Posteriormente, um programa de monitoramento realizado em intervalos regulares pode antecipar as variações mensais.

As variações dos níveis hormonais em função da gravidez ou menopausa também podem causar retenção de água, conseqüentemente alterações nas medições. Outros fatores também influenciam o nível de hidratação, a saber: estilo de alimentação, cafeína, consumo de álcool, tensão, doenças, o uso de drogas, dentre outros.

Lembre-se

Para monitorar seu progresso, compare suas diversas medidas (peso, % gordura, % água, outros) obtidas sempre sob as mesmas condições, ao longo de um período de tempo. Atenção às variações causadas pela menstruação. Permaneça dentro do nível de gordura corporal específico para mulheres - não para os homens!


Informações reproduzidas com autorização de TANITA Corporation of America Inc. TANITA Legal Notice

FONTE: http://www.dhoxa.com.br/tanita/vida-saudavel-mensagem-mulheres.asp

PORCENTAGEM DE GORDURA CORPORAL



A porcentagem de gordura corporal corresponde ao teor de gordura do organismo em relação ao peso do próprio corpo. A redução dos níveis excedentes de gordura corporal tem demonstrado reduzir o risco de determinadas complicações de saúde, designadamente hipertensão, doenças do coração, diabetes entre outras.

Veja abaixo e conheça os índices saudáveis de gordura corporal.



: PORCENTAGEM DE GORDURA CORPORAL
Alto risco Abaixo Média Acima Alto risco
Homens
<> 25%
Mulheres <12%> 30%

FONTE: Revista O2 e TANITA

PILATES


Você se sente uma E.T. no meio do auê que é a sua academia, com aquela música agitada nas alturas e pessoas jovens e esbeltas desfilando para lá e para cá? Por um acaso, você não suporta a mesmice dos exercícios feitos nos aparelhos de musculação? Ou, no seu caso, é por causa do problema na coluna que puxar ferro não é a melhor opção? É por esses motivos que o pilates, um método de condicionamento físico e mental - porque somos constituídas de corpo e mente, sim! – tem conquistado cada vez mais gente. E mesmo quem se sente em casa dentro dos templos da malhação tem grandes chances de se apaixonar. O pilates dá ótimos resultados em pouco tempo: aumenta o tônus muscular e a flexibilidade, promove a mobilidade das articulações, ajuda a alinhar a postura, trabalha intensamente a concentração e a respiração, promovendo um equilíbrio entre corpo e mente. Nas palavras de Joseph Humbertus Pilates, é indispensável "para atingir o objetivo da humanidade: saúde e felicidade". É isso mesmo. Pilates é o sobrenome do criador do método. Um alemão que, quando criança, sofria de febre reumática e asma. Como assim? Foi exatamente por causa dos problemas de saúde que Joseph Pilates se dedicou com unhas e dentes a tornar-se fisicamente forte. Aos quatorze anos, dizem seus seguidores, Pilates estava em tão boa forma que podia posar para mapas de anatomia. Lutou boxe, foi artista de circo, treinador de autodefesa. Estudou yoga, zen budismo e regimes gregos e romanos. Dois anos após o início da Primeira Guerra Mundial, Pilates foi mandado para Inglaterra para trabalhar como enfermeiro. Nesse período, utilizando as molas das camas do hospital, desenvolveu um sistema de exercícios que inspirou a criação de seu método e seus equipamentos. A eficácia dos movimentos desenvolvidos foi comprovada quando, em 1918, nenhum dos internos daquele campo sucumbiu a uma epidemia de gripe que matou milhares de pessoas em outros campos da Inglaterra. Se o método pilates já existe há tanto tempo, porque só de uns tempos para cá vem sendo difundido e conhecido? "Apesar do pilates ter surgido na Primeira Guerra, foi a mídia, através de pessoas famosas, como Madonna e Sharon Stone, que colocou o pilates em evidência", explica Flávia Lebre, coordenadora de pilates da academia Boby Tech, no Rio de Janeiro. Mas não foi só para estar na moda que o pessoal aderiu à onda do pilates. A professora de educação física e dona de um dos estúdios precursores do método pilates no Brasil, Teresa Camarão, garante que foi uma questão de necessidade: "As pessoas se cansaram das academias. Sentiram necessidade de buscar algo mais harmônico e menos invasivo", esclarece Teresa. Além disso, o pilates veio como opção para pessoas acima de 40 anos: "Esse tipo de público ficou de fora do boom das academias. O pilates se adequa perfeitamente a essas pessoas, que estão buscando atividades menos agressivas, com uma atenção especial e individualizada do professor", diz ela. Apesar de fazer sucesso entre pessoas que já passaram da flor da idade, o pilates é recomendável para todas as idades, não tem contra-indicações – apenas restrições de movimentos no caso de patologias no joelho e na coluna – e é compatível com qualquer outro tipo de atividade física que o praticante faça. Tantas vantagens se devem ao fato de ser uma atividade que se adapta às características de cada um. As sessões são individuais ou em grupos de quatro alunos, no máximo. Os equipamentos, todos desenvolvidos por Joseph Pilates, são constituídos de molas que podem tanto ajudar no movimento como oferecer resistência a ele. Todos os exercícios são associados à respiração e à contração do abdômen. "A força sempre começa no abdômen, que chamamos de centro. Os médicos estão indicando muito o pilates pelo trabalho intenso nessa parte, que alivia muito as dores nas costas e alinha a postura corporal", explica Flávia Lebre. Se você não tem o interesse de se tornar uma pilha de músculos ambulante, mas procura desenvolver a flexibilidade tanto quanto o tônus muscular, além de buscar o equilíbrio corporal, o pilates é tudo que você procurava. "Ele deixa o corpo forte e flexível, sem torná-lo volumoso", afirma Flávia. Além disso, por exigir concentração e controle da respiração, o pilates alivia o estresse, melhora a coordenação motora, aumenta a consciência corporal e estimula o sistema circulatório, ajudando na oxigenação do sangue. "Quem não se concentra acaba indo parar no chão", brinca Flávia, lembrando que grande parte dos movimentos exige bastante equilíbrio. Quem prova comprova A atriz e dançarina Camila Caputti, de 23 anos, afirma que o pilates alivia muito o estresse: "É um trabalho consciente em que você se centra no seu corpo e relaxa mesmo. Tonifica o corpo sem fazer esforço, diferentemente de quando faz abdominais compulsivamente", diz. Isso porque o pilates procura a excelência do movimento, com um número menor de repetições por exercício, feitas com maior precisão. E para quem pensa que esse negócio de equilíbrio entre corpo e mente é baboseira de gente zen, não sabe o que está perdendo. "Você sente que está melhorando a sua postura, a sua respiração, que está caminhando bem, sem maltratar nenhuma parte do corpo. E isso vai melhorar todos os âmbitos da sua vida", afirma Camila. Modalidades Existem duas modalidades de pilates (se é que alguém chegou a essa parte da matéria e não saiu correndo à procura de um centro de pilates ou academia mais próxima que já ofereça o método). A que usa aparelhos, todos feitos com molas, é o chamado studio pilates. O studio nada mais é que uma sala repleta de diferentes equipamentos, onde cada aluno faz um exercício diferente. O outro tipo é o mat pilates, o chamado pilates de solo, que é feito sem aparelhos mas que pode contar com o auxílio de alguns elementos, como bolas e elásticos. Tanto em um quanto em outro, diversidade de movimentos é que não vai faltar. "A aula é uma surpresa, os exercícios variam muito. O pilates é um verdadeiro parquinho de diversões", brinca Flávia Lebre, lembrando que, para quem tem patologias de coluna, o studio é mais indicado. O único senão do pilates é o preço, em média R$ 250 por duas vezes na semana. Segundo o próprio Joseph Pilates: "Em dez aulas, você se sentirá melhor, em vinte, parecerá melhor, e em 30 aulas terá um corpo novo". Mas se o que você tanto busca é simplesmente uma maneira rápida de alcançar a beleza, das duas uma: ou procure rever os seus conceitos ou mantenha distância dos estúdios de pilates. Mais que uma ginástica, o pilates é uma questão de qualidade de vida. "Uma aluna chegou para mim e falou: eu quero glúteos e perna. Então eu disse: volta para a musculação!", conclui Flávia. Fonte:http://www.bolsademulher.com/beleza/pilates_saude_e_felicidade-3631-1.html

terça-feira, 25 de maio de 2010

AGACHAMENTO PARA COXAS E BUMBUM


Invista no exercício número 1 para pernas e bumbum

Você já deve ter ouvido falar que o agachamento é o exercício número 1 para deixar as pernas firmes e o bumbum duro feito pedra. Pode notar: todas as malhadoras de carteirinha investem nesse movimento. Sabe por quê? Ele isola quase todos os músculos que compõem essas duas partes do corpo, o que dá uma força e tanto na hora de esculpi-las – tudo o que a gente quer para arrasar de biquíni à beira-mar.

O afundo, que você vê na foto, é um dos tipos mais comuns de agachamento. A grande sacada aqui é o degrau. “Ele aumenta a intensidade do exercício, pois você tem que colocar mais força para subir e descer o tronco”, explica a professora Cláudia Hespanhol, de São Paulo.

Resultado: malhação turbinada. Por isso, faça apenas de duas a três vezes por semana. “Não repita em dias seguidos, porque sua musculatura precisa descansar”, completa. Se o exercício ficar fácil, coloque caneleiras na cintura. Atenção: o movimento não deve ser feito por quem tem problema nos joelhos e artrose.

Como fazer
Em pé, com as mãos apoiadas na cintura, as costas retas e o abdômen contraído, coloque o pé direito no centro do degrau, mantendo a perna semiflexionada. A perna esquerda fica estendida atrás, com a ponta do pé apoiada no chão. Agache, descendo o tronco devagar, até os joelhos formarem um ângulo de 90 graus em relação às coxas. O joelho da frente não ultrapassa a linha da ponta do pé e o esquerdo chega próximo ao chão. Levante, estendendo as pernas, e repita o movimento. Realize todas as repetições com uma perna e depois com a outra.

Faça três séries de 10 a 15x de cada lado.


FONTE:www.boaforma.com.br

CORRIDINHA....VAMOS ENCARAR?!


Invista numa corridinha de 15 minutos na areia da praia e derreta 2 quilos vapt-vupt

Que tal aproveitar o melhor “equipamento” da praia para manter as curvas em dia durante o verão? Correr na areia é tudo de bom: além de exigir muito mais da musculatura do que o exercício feito na esteira ou no asfalto, ainda dá para curtir a paisagem e, de quebra, paquerar. Para mexer o corpo sem estragar o merecido descanso, elaboramos um treino express. São apenas 15 minutos por dia, quatro vezes por semana, durante um mês. E há dois planos: um é ideal se você está começando a praticar a atividade (plano 1) e o outro perfeito para quem já corre (plano 2). O resultado, você desfila na sequência – pernas torneadas, bumbum durinho e até 2 quilos a menos na balança.

Aperte a passada

Para regular a intensidade do treino, confira a tabela de percepção de esforço abaixo.

Caminhada moderada (de 5 a 6 km/h): a respiração fica um pouco ofegante, mas dá para conversar.

Caminhada acelerada (de 6,5 a 7 km/h): a respiração fica mais acelerada e você conversa com dificuldade.

Trote (de 7,5 a 8 km/h): a respiração fica ofegante e você quase não consegue conversar. A velocidade é de uma caminhada rápida, mas o movimento é de corrida.

Corrida moderada (8,5 km/h): você começa a cansar e tem muita dificuldade para falar.

Corrida acelerada (de 9 a 10 km/h): a respiração fica bem ofegante e dá vontade de parar.

Tiro: você deve correr o mais rápido que puder, o exercício se torna extremamente cansativo.

PARA AQUECER: ANDE POR CINCO MINUTOS ANTES DE CADA TREINO


FONTE:www.boaforma.com.br

BENEFÍCIOS CAUSADOS PELO SOL


O Sol é essencial para a produção e absorção da vitamina D pelo organismo. E a vitamina D, por sua vez, está envolvida na formação do cálcio, responsável pela estrutura dos ossos. Portanto, tomar Sol com freqüência é uma questão de saúde!
Quando há pouca exposição solar, como nos países de clima frio, a pele produz vitamina D em quantidade insuficiente, sendo necessária suplementação alimentar. São poucos os alimentos que contêm grandes quantidades de vitamina D. Entre os mais ricos estão os peixes gordurosos, como o Salmão e Macarel. Fígado de boi e óleos de peixes também têm vitamina D, porém em menor proporção.
Mas atenção: para ajudar o organismo a produzir vitamina D, basta tomar de cinco a dez minutos de Sol, duas vezes por semana, evitando o período entre 10 e 16 horas.

FONTE:http://pt.shvoong.com/medicine-and-health/1777355-benef%C3%ADcios-causados-pelo-sol/

PERSONAL DOG


A caminhada é a solução mais prática para quem quer fazer exercícios físicos sem gastar muito dinheiro: com roupas adequadas e um par de tênis poderoso você já pode queimar calorias por aí. Mesmo assim, é muito comum bater uma preguicinha na hora de deixar o sofá para suar o top na rua ou na esteira. E é nesse momento que ter alguém para dar aquele incentivo ou até mesmo para fazer companhia durante a caminhada faz toda a diferença. Se você já está pensando em usar a incompatibilidade de horários com sua amiga, mãe ou namorado como desculpa, esqueça: o seu incentivo durante a atividade física pode ser o seu cãozinho de estimação. Saiba aqui como transformar o seu mais fiel escudeiro em companheiro também na hora da malhação.

Cuidados básicos

Companheiro sempre fiel, o seu cãozinho dificilmente vai furar com você na hora da caminhada. Mas, para que o exercício físico seja sinônimo de prazer para ele também, é importante que você sempre respeite seus limites. Saiba quais são os cuidados especiais que você deve tomar com seu animal de companhia.

Idade ideal
Não existe idade mínima para que seu cão se torne um animal de companhia. "Assim que ele acabar de tomar as vacinas de filhote, pode sair para participar de atividades físicas", explica Brandão. Já os animais mais velhos precisam de atenção especial, sim, mas isso não quer dizer que eles devam deixar de praticar exercícios. "Não existe limite de idade. Enquanto o animal estiver saudável e se mostrar apto à atividade física, ele pode continuar", diz o veterinário.

Tempo de duração
O tempo de duração ideal para uma caminhada depende de cada cão e seu condicionamento físico, além da temperatura ambiente. "Os mais velhos, acima do peso ou que ainda estão começando devem caminhar durante 10 ou 15 minutos", explica o Brandão. Mais uma vez, é importante prestar atenção aos limites do seu cachorro. "Invariavelmente o cão vai acompanhar o dono mesmo que não esteja mais aguentando. Por isso, é fundamental sempre avaliar o condicionamento do animal e, se ele estiver muito cansado, fazer paradas periódicas", aconselha Macellaro.

O horário certo
Sol demais e altas temperaturas durante a caminhada fazem mal tanto para você, quanto para o seu cãozinho. Por isso, o horário ideal para a atividade física diária é até às 10 horas ou após às 16 horas. Dessa forma, você evita os horários mais quentes do dia e fica longe de um quadro de desidratação. Outra dica importante é que os cães não devem praticar exercícios físicos logo após as refeições ou depois de beber muita água. "O ideal é dar um intervalo de aproximadamente uma ou duas horas", alerta o Dr. Macellaro.

Benefícios da caminhada
Que a caminhada é um exercício poderoso, capaz de secar a barriga, a gente já sabe. No entanto, quando praticada pelos animais, as atividades físicas também trazem benefícios como redução de peso, diminuição de estresse e ansiedade, tonificação muscular e até melhora na capacidade cárdiopulmonar. "Esses benefícios são importantes para animais que sofrem de doenças comuns da idade avançada, como artrose e diabetes", explica Brandão.

Hidratação e proteção solar
Manter o organismo hidratado durante a atividade física é uma regra que vale também para os cães. "É fundamental hidratar o animal durante o treinamento, em intervalos que vão de acordo com a necessidade de cada um. A dosagem de água nesses momentos deve ser mais baixa", ensina Macellaro. De acordo com o veterinário, existem até garrafinhas feitas especialmente para transportar água para os cães durante a caminhada.

Além da hidratação, é importante também manter o animal protegido do sol. "Nos cachorros de pele branca e mucosas rosadas é preciso passar protetor solar sempre. Também é necessário tomar cuidado para que o piso ou asfalto quentes demais não queimem os coxims plantares (as almofadinhas dos dedos) do animal", alerta o Macellaro.

Cuide bem do seu companheiro
Por mais dócil que seja o seu cão, nunca deixe de usar a coleira para evitar confusões na rua. De acordo com Macellaro, as coleiras mais indicadas são as longas, que dão mais liberdade ao animal. A dica do Brandão para que a caminhada seja ainda mais agradável é deixar que o cão conduza o ritmo do exercício, nunca o contrário. "Não se deve arrastar o animal para que caminhe como o proprietário quer", aconselha.

Fonte:www.boaforma.com.br

terça-feira, 27 de abril de 2010

CORRER: RUA OU ESTEIRA??ESCOLHA A SUA MELHOR OPÇÃO!!!!



Na esteira ou na rua?
Nessa disputa, vamos antecipar, não há um vencedor. Na hora de caminhar ou correr, sai na frente quem conhece as vantagens e as desvantagens tanto do exercício ao ar livre quanto do praticado no equipamento. Tirando proveito de cada um, os treinos rendem muito mais

por CÉSAR KURT
design GLENDA CAPDEVILLE

PROGRAMA DE TREINO

NA ESTEIRA
Por ser um equipamento fácil de manejar, ele engana. Qualquer um acha que dá conta do recado. A falta de acompanhamento profissional é um problema para o iniciante porque, sem ser bem orientado, ele exagera e ultrapassa os próprios limites, nota Helder Montenegro, fisioterapeuta especializado em osteopatia, do Instituto de Tratamento da Coluna Vertebral, em Fortaleza, Ceará. Moral: escolha uma academia que mantenha um professor sempre por perto ou contrate um personal trainer.

AO AR LIVRE
Não é preciso investir muito na fase do planejamento dessa atividade que pode melhorar sua capacidade cardiorrespiratória e ajustar o seu peso. Você só precisa de um bom par de tênis, short e camiseta para sair por aí, andando ou correndo. Mas, óbvio, o ideal seria receber a orientação segura de umpreparador físico, especialmente se a meta é acelerar as passadas e correr pra valer. No início, é melhor fazer o exercício em parques do que nas ruas, onde há maior chance de quedas.


RENDIMENTO

NA ESTEIRA
Nela ninguém se preocupa com semáforos fechados e multidões a marcha é contínua e a tendência é você suportar o exercício por mais tempo. E ainda pode-se usar o recurso de inclinação do aparelho. O mais seguro, porém, é se exercitar no plano, diz o cardiologista Ricardo Vivacqua Cardoso Costa, doHospital Procardíaco, no Rio de Janeiro. Na ladeira, o corpo busca outras fontes de energia muscular, como o glicogênio, e isso sobrecarrega o coração.

AO AR LIVRE
Estudos americanos sugerem que a caminhada e a corrida outdoor levam a um consumo 5% maior de calorias. Isso graças à dupla resistência oferecida pelo ar e pelo vento. Terrenos íngremes também aceleram o gasto extra de energia. Só que o piso é duro e irregular, diferentemente da esteira, que amortece a passada. Portanto, na rua a gente queima mais energia, mas o impacto nas articulações é maior.


CONDICIONAMENTO CARDÍACO

NA ESTEIRA
Nela fica mais fácil monitorar o desempenho cardiovascular, repara Cardoso Costa, que também é presidente do Departamento de Ergometria e Reabilitação Cardiovascular da Sociedade Brasileira de Cardiologia. Isso é importante para todo mundo, para conhecer com maior precisão seu condicionamento, planejar metas e treinos. E, para quem já teve problemas cardíacos, eu diria, é fundamental, diz o médico.

AO AR LIVRE
Manter em dia os exames que atestam a saúde do peito é obrigatório para os que costumam calçar seus tênis e dar umas boas voltas pelo bairro andando e, ainda mais, correndo. Até porque, em tese, é muito mais perigoso passar mal no meio da rua do que em uma academia. Outra medida aconselhável é adquirir um freqüencímetro para ficar de olho nos batimentos cardíacos e nunca ultrapassar a freqüência cardíaca máxima indicada para o treino.

FONTE: http://saude.abril.com.br/edicoes/0299/corpo/conteudo_283476.shtml


FAZER MUSCULAÇÃO EMAGRECE??




por Simone Sarti
Muitos procuram um programa de atividade física com o objetivo de perder peso. Essas pessoas são incentivadas a iniciar um trabalho aeróbio como: caminhar, correr, nadar... Os exercícios aeróbios utilizam principalmente gordura como fonte de energia, mas esse processo vai se iniciar aproximadamente após 30 minutos de exercício - esse tempo é diferente para diferentes níveis de condicionamento físico. Isto se a pessoa estiver se exercitando dentro da zona de trabalho correta - freqüência cardíaca adequada para a sua idade.

Muitas vezes os exercícios anaeróbios, ou seja, exercícios com pesos, não são recomendados. Talvez por falta de contato com novos trabalhos científicos, por acharem que estes não seriam eficientes para o emagrecimento.

A base do emagrecimento é o que chamamos de balanço calórico negativo, que é a ingestão de menor quantidade de calorias, que o gasto energético diário. Ou seja, você deve ingerir menos calorias do que gasta.

Se você não quer diminuir o que come, precisa aumentar sua atividade física diária. A redução do tecido adiposo (gordura) ocorre estimulada por qualquer tipo de atividade física.

Veja o que acontece. No exercício aeróbio ocorre mobilização de gordura durante sua execução. Na musculação ou exercício anaeróbio, a energia utilizada depende do glicogênio muscular - reserva energética formada a partir da glicose. Terminando a atividade, esse glicogênio tem que ser reposto e isto se torna uma prioridade metabólica e, para que isto seja resolvido, o organismo vai utilizar o carboidrato alimentar (o que você comeu). Para o organismo é como se você não tivesse comido esses carboidratos, já que os mesmos foram utilizados na reposição do glicogênio, e assim acontece o balanço calórico negativo. No trabalho com pesos ocorre ainda um aumento da massa magra (músculos) e para manter esses músculos ocorre um aumento no metabolismo basal, utilizando-se assim mais calorias.

Portanto, a mobilização de gorduras nos exercícios anaeróbios ocorre depois. Ou seja, mesmo depois que você terminou o treino, o organismo utilizará gordura como fonte de energia nas horas seguintes, numa intensidade um pouco maior do que o que seria utilizado se você não tivesse se exercitado. Esse tempo poderá ser de até 44 horas após a atividade, mas dependerá da intensidade do treino, do nível de condicionamentodo indivíduo, etc.

Concluindo, para emagrecer, basta aumentar os gastos calóricos acima do total de calorias ingeridas (salvo algum desvio metabólico) com qualquer tipo de exercício, inclusive os exercícios com peso, que ainda têm a vantagem de melhorar a força, a coordenação e a estética, mantendo seus músculos firmes.

Já pensaram na união dos dois? Melhora do sistema cardiovascular, melhora da performance geral, melhora da estética. Quer mais?

Mas não se aventure numa busca solitária para entrar em forma, procure uma academia realmente idônea e faça os exercícios sempre sob orientação de um professor de educação física ou personal training e tendo, claro, passado por um exame de saúde antes de começar a praticá-los.

*Metabolismo basal: quantidade mínima de energia que o corpo gasta em repouso ou em estado de jejum para manter a temperatura corpórea, a respiração, a transpiração, a circulação e as funções vitais.


Fonte:http://www2.uol.com.br/vyaestelar/corpo01.htm

DIETA DA RAÇÃO HUMANA


O que é a ração humana?

Semente de linhaça, quinua, farelo de trigo e aveia. Esses e outros cereais compõem a ração humana, o suplemento alimentar em pó mais falado nos últimos meses para emagrecer. Conclusão: os fabricantes nunca venderam tantos potes do produto. Mas será que funciona? Depende. Usado sem critério, pode até engordar. Calma! Aqui você vai descobrir como incluir esse mix na dieta de maneira correta e, aí, sim, diminuir um número (ou mais!) do seu manequim.

O curioso é que a ração humana não foi elaborada para auxiliar na perda de peso. Há cinco anos, quando estava grávida do primeiro filho, a terapeuta natural Lica Takagui, de Curitiba, criou a mistura para enriquecer sua alimentação. Hoje, é o principal produto da empresa que ela fundou, a Takinutri. Você também encontra nas lojas de produtos naturais várias adaptações que, assim como o produto original, combinam ingredientes nobres. O resultado é um alimento rico em zinco, selênio, cálcio, vitaminas do complexo B e gorduras boas. “São nutrientes que melhoram a saúde, o cabelo e a pele”, afirma Lica. Mas, por concentrar uma quantidade surpreendente de fibras, a ração ainda tem o poder de aumentar a sensação de saciedade e estimular o intestino. Por isso ganhou a fama de emagrecer.

Efeito seca-barriga

Você quer chapar o abdômen? A ração pode ajudá-la nessa tarefa. “Por ter uma dose grande de fibras, o produto reduz a carga glicêmica da refeição”, diz a nutricionista funcional Patrícia Davidson, da Clínica Patrícia Davidson Haiat Nutrição Funcional, no Rio de Janeiro. Ou seja, as fibras diminuem a velocidade com que o carboidrato vira açúcar no sangue. Isso evita picos do hormônio insulina que, produzido em excesso, faz o organismo estocar gordura na região abdominal. Alguns ingredientes, como a linhaça, ainda têm ação anti-inflamatória. ”O que isso tem a ver com emagrecimento?Gordura e toxinas infl amam o organismo. E inflamado, ele resiste à perda de peso”, explica Patrícia.

Duas colheradas de ração e muita água

Apesar de facilitar a dieta, não adianta exagerar na dose. Fazer isso, na tentativa de emagrecer mais rápido, pode até engordar. Mesmo as versões light da ração têm cerca de 40 calorias em uma colher de sopa. É pouco, mas, de qualquer maneira, se usar mais de duas colheres de sopa (a medida indicada pelos fabricantes), você deixa a refeição muito calórica. Além disso, extrapolar nas fibras mais de 25 gramas por dia) pode travar o intestino, principalmente se você não beber mais água. Aliás, essa é outra regra básica para que o mix traga os benefícios esperados. “As fibras precisam ser ssociadas ao consumo de água para que fiquem hidratadas e macias. Só assim elas facilitam o funcionamento do intestino”, diz a nutricionista funcional Gabriela Soares Maia, do Rio de Janeiro. Hidratadas, as fibras também ocupam mais espaço no estômago, adiando a fome por mais tempo. Pronta para usar a ração?

Fonte:www.boaforma.com.br

segunda-feira, 26 de abril de 2010

PILATES PARA CRIANÇAS


Pais têm procurado o pilates como tentativa de solucionar dores apresentadas pelas crianças.

Engana-se quem pensa que problemas como dores nas costas, nos ombros e postura incorreta são comuns somente em adultos. Devido o peso das mochilas escolares e o tempo que passam sentadas assistindo TV, no computador ou jogando games, as crianças também os têm enfrentado. Na tentativa de solucionar os incômodos apresentados pelas crianças, os pais têm procurado o pilates, método de condicionamento físico criado na Alemanha na década de 20 que tem ganhado espaço entre os pequenos. A presidente da Associação Brasileira de Pilates (ABP) aponta que o método é indicado para crianças por conter uma grande diversidade de aparelhos e exercícios. Como Joseph Pilates, criador do método, obteve inspiração na posição e nos movimentos dos animais, alguns exercícios podem ser utilizados para chamar a atenção das crianças. A presidente destaca ainda que o pilates não deve ser encarado com muito rigor nessa idade. Em uma clínica no Rio de Janeiro, o pilates é sugerido para crianças com o objetivo de prevenir problemas futuros que são comumente encontrados entre jovens e adultos, como os de coluna. Com as turmas divididas por faixa etária, e no máximo quatro alunos por grupo, as aulas compõem-se de exercícios semelhantes aos dos adultos, porém adaptados para a idade do pequeno aluno. As atividades acontecem no solo e se utilizam de bolas, bastões e faixas, onde as crianças interagem umas com as outras. De acordo com a presidente da ABP, o método é lúdico, relaxante e trabalha a musculatura corporal, o que propicia a reeducação corporal. Vale ressaltar que apesar dos benefícios que o método pode proporcionar, é fundamental que os pais procurem profissionais de fisioterapia ou um educador físico com formação em pilates, antes de apresentar o método para o seu filho.

Por Patrícia Lopes Equipe Brasil Escola

quinta-feira, 8 de abril de 2010

AQUECIMENTO


Corpo quente

O aquecimento adequado, feito antes de todo treino ou prova, ajudará você a alcançar seu melhor desempenho

Por Bob Cooper

É fácil ignorar a importância de um bom aquecimento. Afinal, estamos falando apenas da abertura que antecede o verdadeiro evento. Mas se você não fizer ou se apressar em terminar a sequência de exercícios que deve ser feita antes da corrida, poderá ter um desempenho ruim e se machucar. "O aquecimento adequado aumenta as frequências cardíaca e respiratória e o fluxo de sangue para os músculos", diz Ann Alyanak, treinadora na University of Dayton, que conquistou a sétima posição nas provas classificatórias para a Maratona Olímpica Feminina dos Estados Unidos, em 2008. "Além disso, o aquecimento prepara o corpo para a crescente e vigorosa atividade física que você enfrentará em seguida, permitindo um trabalho mais eficiente e reduzindo o risco de lesões, uma vez que o corpo fica mais relaxado".

Quais são os elementos que compõem um bom aquecimento? Essa é uma dúvida comum entre corredores iniciantes. Se você estiver fazendo a mesma sequência de exercícios antes de todas as corridas e competições, já cometeu seu primeiro erro. Não basta pensar apenas no tempo de aquecimento adequado, também é preciso combinar o nível de preparo ao nível de esforço que se pretende realizar. Por exemplo, quanto mais rápido você correr, em um treino ou competição, mais demorado e completo deverá ser o aquecimento. Mas o esforço feito para aquecer não deve ser extenuante a ponto de deixar você esgotado antes mesmo de chegar à linha de partida. Veja a seguir como se preparar para todo tipo de corrida.

Corridas diárias

As corridas fáceis e de ritmo moderado – mesmo as que começam em ritmo lento antes de o atleta ganhar velocidade, como tempo run progressivos – não requerem muito tempo de aquecimento. Ainda assim, você precisa aquecer antes de começar a correr, especialmente se tiver acabado de acordar, se estiver frio ou se você estiver sentindo dores no corpo.

Exercícios de aquecimento: Ande um ou dois quarteirões para relaxar os músculos e as articulações. "Quando você realmente começar a correr, faça isso lenta e gradativamente, até chegar ao seu ritmo de corrida leve habitual", aconselha Ann. "Geralmente, é preciso percorrer aproximadamente 1 quilômetro para aquecer, mas pode ser preciso percorrer uma distância maior se você estiver cansado ou sentindo dor".

Treino de velocidade

Para se preparar para as exigências dos treinos difíceis, como o de velocidade, o ideal é fazer aquecimento por 20 a 40 minutos. Se você tiver feito um aquecimento adequado, conseguirá alcançar seu ritmo alvo logo no início das séries. "A maioria dos corredores faz o aquecimento que antecede o treino de velocidade inadequadamente", afirma Sean Coster, treinador e fisiologista do exercício do Nike Bowerman Athletic Club, em Beaverton, Oregon. Portanto, o corpo não está bem preparado para transportar oxigênio e contrabalançar, de maneira adequada, os subprodutos produzidos pela corrida de velocidade e, por isso, é mais difícil obter energia para correr em ritmo alvo, como explica Coster.

Exercícios de aquecimento: Ande durante dois minutos e, em seguida, faça trote por 15 a 20 minutos, em ritmo no qual você conseguiria manter uma conversa, para aumentar a frequência cardíaca. Relaxe os músculos e, depois, coloque-os para trabalhar com cinco a dez minutos de alongamento dinâmico e séries de exercícios como avanço, pular corda e corrida com elevação dos joelhos. Em seguida, corra 800 metros em nível de esforço moderado (um pouco mais lento que seu ritmo de corrida de 10 km) e faça dois a quatro tiros de corrida de 100 metros. Corredores iniciantes ou os que não dispõem de muito tempo podem eliminar as séries de exercícios e a corrida de 800 metros.

Treino em esteira

Por que fazer aquecimento para treinar na esteira quando você poderia simplesmente andar ou fazer trote, em ritmo lento, na própria esteira? "As esteiras podem provocar lesões nas panturrilhas e no tendão de Aquiles; portanto, ficar menos tempo sobre elas, fazendo aquecimento em outro aparelho, pode diminuir o risco de lesões e evitar, assim, o desequilíbrio sofrido por certos grupos musculares, quando não se praticam outras atividades além da corrida", afirma Missy Kane, campeã olímpica na prova de 1500 metros nos Estados Unidos, em 1984, e, atualmente, treinadora em Covenant Health, em Knoxville, Tennessee.

Exercícios de aquecimento: A ginástica oferece diversas opções. Comece treinando em uma bicicleta ergométrica por 10 minutos. Faça algumas séries de um minuto, em maior nível de dificuldade, até completar 15 minutos. Em seguida, faça exercício em esteira, aumentando a velocidade até alcançar seu ritmo de corrida regular. Se você estiver fazendo um treino intervalado ou de repetição em subida, corra em ritmo regular por mais cinco a dez minutos antes de iniciar a parte difícil do treino.

No dia da competição

Corra melhor


Antes da competição, faça parte dos exercícios de aquecimento, como tiros de 100 metros ou trote leve, na reta final da pista de corrida, para que você possa visualizar a si próprio vencendo a prova.

Com todas as coisas que você precisa fazer antes do início da prova – pegar o número de identificação, ir ao banheiro, conversar com os amigos –, é fácil reduzir o tempo de aquecimento. Mas você precisa de tempo, antes de começar a correr, para preparar o seu corpo para o ritmo da competição. É por isso que Missy Kane recomenda que você chegue com pelo menos uma hora de antecedência ao local da prova. "Assim, você terá tempo para cuidar de tudo, inclusive para fazer aquecimento sossegadamente, sem entrar em pânico", diz Missy.

Exercícios de aquecimento: Termine de resolver tudo que for preciso pelo menos 30 minutos antes do início da prova; depois disso, faça o aquecimento adequado para a distância que você correrá (Veja "Pronto para competir", abaixo). Comece com um trote leve, faça exercícios de alongamento e, em seguida, alguns tiros de corrida de 100 metros, aumentando a velocidade gradativamente, até chegar ao ritmo de competição.

Pronto para competir

Geralmente, a distância da prova determina o tempo de aquecimento. Competições mais curtas, como corridas de 5 km e 10 km, exigem mais tempo de aquecimento porque você terá de alcançar um ritmo mais rápido logo no início da prova. Os maratonistas e meio maratonistas podem usar de 1,5 a 3 km no início da competição para facilitar a transição para o ritmo alvo. Veja a seguir como combinar o aquecimento ao nível de esforço de corrida.




FONTE:http://runnersworld.abril.com.br